Este Blog surge porque: Todos têm o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de informar, de se informar e de ser informados, sem impedimentos nem discriminações
Terça-feira, 11 de Outubro de 2005
Esclarecimentos
Uma informação necessária que é indispensável:</p>

Quando escrevi o primeiro artigo “Os números falam por si” assinado com as iniciais do meu nome AJPM não o fiz para esconder a minha identidade, e não se tratou sequer do uso de qualquer pseudónimo. Fiz aquilo que faço milhares de vezes quando escrevo algo, utilizei as iniciais do meu nome.

Após os sucessivos ataques do “NEWsatiro”, entendi dever preservar o anonimato, não intencional que acabou por existir, porque considerei, como já disse várias vezes, que alguns com falta de argumentos para rebater as verdades que são escritas recorrem aos ataques pessoais. E entendi que preservando o anonimato contribuía para que fosse possível o debate das ideias e não o ataque leviano às pessoas, para desviar a atenção do fundo dos problemas.



E agora um aviso:

Não utilizem este espaço, nem qualquer outro, para me fazerem ataques pessoais, pois se assim procederem eles aqui sempre ficarão para que possam ser lidos e julgados.

Agora podem estar certos de que no dia em que eu abrir a boca e disser o que sei, alguns vão ficar mal em Estremoz. São as consequências e os resultados do facto de eu saber de mais... e ter as provas necessárias.



Para o Debate de Ideias e Opiniões este espaço sempre esteve e continua a estar aberto a todos.






Tenho pena que infelizmente muitos dos que querem dirigir os órgãos do poder em Estremoz e os que os apoiam, não saibam ler. Pois assim Estremoz não irá a lado nenhum.



Já referi que aos ataques pessoais não vou aqui responder, ficam no Blogue para quem os queira ler e pensar porque motivo surgem.



Mas, para que não atirem areia para os olhos dos outros, ocultando-lhe informação e distorcendo a mesma, quero referir que a minha “Análise preliminar aos resultados” não está completamente errada.

Leiam bem o que escrevi e apontem um erro que exista no texto (Eu prontamente corrigirei e reconhecerei se errar).



- Não escrevi em lado nenhum: “Quem se abstêm, é porque não se revê na lista encabeçada pelo José Alberto Fateixa para a CM e pelo José Francisco Pardal para a AM”, mas quem aqui comentou, pelo menos esqueceu-se que havia mais listas, porquê?

- Não me referi a quem não se revê nas listas apresentadas a sufrágio, mas sim aos que não estão representados nos órgãos autárquicos (CM, AM, AF e JF), o que é diferente.

- Os Estremocenses não abdicam do seu direito de VOTO, para que outros decidam por eles. Fazem-no porque: a classe política não é credível e “As pessoas estão zangadas com os partidos”; é necessário “Alargar a cidadania” para combater a “Crise de valores e de confiança no Estado e no sistema”; “Os aparelhos partidários são o problema da democracia em Portugal”. Como tal é necessário: “Renovar as elites políticas através de uma nova lógica de cidadania e moralizar a vida pública”; “Os partidos são necessários à democracia mas é preciso dizer que os partidos não esgotam a democracia. Precisam de muito mais abertura e de uma competição que venha da iniciativa e do voluntariado dos cidadãos. É preciso criar uma nova lógica de cidadania. De facto, hoje, tudo está feito no sentido de favorecer as máquinas partidárias.” e “é ao nível do poder local que as reformas podem ser mais democráticas e mais eficazes.

- Não tenho nada contra que o José Francisco Pardal venha ou não a ser o Presidente da Assembleia Municipal de Estremoz. Mas, parece-me que o “antonio”- que escreveu os comentários - não sabe ou finge não saber, que quem escolhe o Presidente da Assembleia Municipal são os membros da AM que irá em princípio, segundo as previsões, ser constituída por 11 elementos das listas do PS, 13 elementos das da CDU, 9 elementos das do PSD e 1 elemento da dos INDEPENDENTES. O PS não tem a maioria, nem absoluta nem relativa, na Assembleia Municipal, pelo que nada garante, neste momento, a eleição de um elemento do PS para a presidência da Assembleia. Dizer que ”... a maior parte dos que exerceram o seu direito de voto ... entendeu por bem que fosse ... o José Francisco Pardal o Presidente da Assembleia Municipal de Estremoz”, é ignorância, distorcendo a informação, ou deitar areia para os olhos dos estremocenses, o que é mais grave, pois está-se a ocultar informação.


Espero, os Estremocenses também, mais contribuições neste espaço. Mas que tenham consistência.



publicado por AJPM às 13:50
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De Anónimo a 16 de Outubro de 2005 às 23:47
Eu quero parabenizar o Dr. Fateixa pela vitória no dia 9 de Outubro e desejar para essa terra, o melhor. Acredito nas boas ideias que o Dr. Fateixa trará para Estremoz. Viva o Dr. Fateixa, Viva Estremoz.Constantina
</a>
(mailto:constantinanunes@sapo.pt)


De Anónimo a 13 de Outubro de 2005 às 11:42
Subscrevo quase a totalidade do que o AJPM escreve neste texto.De facto os partidos têm e não têm culpa da situação actual.Ou seja,os cidadãos que se afastam do seu direito civico de participarem no quatidiano das tarefas que a todos diz respeito,e não só aos aparelhos partidários,estão a permitir e a abdicar dos seus deveres perante as exigência do que é de facto a democracia.Estes -os partidos- que têm vindo a ser cada vez mais instrumentos de quem pouco mais sabe fazer do que "politica", ficam prisioneiros dos carreiristas e da sua (deles) pouca visão do que é a sociedade e o que deve ser a participaçãp colectiva para além do voto de vez enquando...Logo,penso de que, Portugal,o Alentejo,no que nos diz respeito e particularmente Estremoz, necessita de uma sensibilização,dinamização e de uma permanente participação da sociedade em geral.E,na nossa terra está aberta a oportunidade, para que não só através de estes meios -Blogues- e outros, como sejam as associações, de iniciarmos uma "caminhada" rumo a uma participação cujos objectivos seja o futuro da nossa terra...a cada"macaco o seu galho" isto é, há mais vida para além dos partidos e dos eleitos ou dos que ficaram pelo caminho.A democracia sem partidos não é democracia,mas democracia com a ditadura dos aparelhos partidários também não é democracia.
Força estremocenses,saibamos respeitar os eleitos e exigir o cumprimento das promessas.Mas,...nunca abdicando de participar no projecto do futuro.Pprofeta
</a>
(mailto:profeta-@hotmail.com)


Comentar post

CONVERSE COMIGO

Citação "Real e Actual" de um Poeta e político português

«Noite. Silêncio. Lágrimas. Fantasmas

Palavras que sangrais pela raiz

como pedras cantai. Que o meu país

quer armas armas armas.»

pesquisar
 
endereço
Correio Electrónico p/AJPM
posts recentes

Estamos em 2015

E... E... E... E... E... ...

E... E... E... E... E...

E... E... E... E...

E... E... E...

E... E...

E...

E... sempre ainda mais...

E... sempre mais...

E... ainda muito mais...

E... muito mais...

E... ainda mais...

E... mais...

E ainda mais um dos sub c...

E mais um dos sub chefes ...

Mais um dos sub chefes do...

Um dos sub chefes do chef...

O Chefe da Quadrilha

Quadrilha, Governo, etc.

Ano Novo - Vida Nova

O Governo e os Media

Arte com que dinheiro?

Portugal na Fortune

Manifestação nacional

Continuam a meter-se com ...

links
arquivos

Março 2015

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

blogs SAPO