Passa por:
Estou de volta em: AJPM (de volta)

E também por: A J P M está de regresso



Em Estremoz:
Era uma vez um Aparelho que se deitou a parir novos autarcas ao mundo.

Paríu ABORTOS!...

Os Rosinhas


No céu cinzento/Sob o astro mudo/Batendo as asas/Pela noite calada/Vem em bandos/Com pés veludo/Chupar o sangue/Fresco da manada

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

A toda a parte/Chegam os rosinhas/Poisam nos prédios/Poisam nas calçadas/Trazem no ventre/Despojos antigos/Mas nada os prende/Às vidas acabadas

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

Se alguém se engana/Com seu ar sisudo/E lhes franqueia/As portas à chegada

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

No chão do medo/Tombam os vencidos/Ouvem-se os gritos/Na noite abafada/Jazem nos fossos/Vítimas dum credo/ E não se esgota/O sangue da manada

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

São os mordomos/Do universo todo/Senhores à força/Mandadores sem lei/Enchem as tulhas/Bebem vinho novo/Dançam a ronda/ No pinhal do rei

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

Se alguém se engana/Com seu ar sisudo/E lhes franqueia/ As portas à chegada

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

Este Blog surge porque: Todos têm o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de informar, de se informar e de ser informados, sem impedimentos nem discriminações
Quinta-feira, 25 de Maio de 2006
Complemento a um Comentário feito neste Blog

«De nuno1 a 24 de Maio de 2006 às 17:58:

"Tudo vale a pena quando a alma não é pequena" E o AMIGO está a provar que vale a pena lutar apesar de tudo.
Um abraço do Nuno»

Caro "Nuno1", e demais leitores deste espaço, quando pela primeira vez ouvi a frase "Tudo vale a pena quando a alma não é pequena" estávamos em plena primavera Marcelista, nem sequer me interessava, nem sabia, quem era o autor da mesma (Fernando Pessoa), aquilo que me importava e importa é o que nela está contido, mais do que quem a escreveu.

É uma frase que me guiou na luta contra o Estado-Novo, e na minha modesta contribuição para o fim do regime que caiu em 25 de Abril de 1974.

É uma frase que me guia na luta contra aqueles que neste momento nos querem cortar a liberdade de pensarmos por nós próprios e nos pretendem moldar à imagem dos seus interesses pessoais, que colocam acima do interesse colectivo. Aqueles que sobre a capa do regime democrático actuam de um modo similar aos tempos em que era necessário ouvir clandestinamente Manuel Alegre, a partir de Argel, para sabermos o que se estava a passar no nosso País na nossa Pátria.

No primeiro caso, durante a ditadura do Estado-Novo, os cidadãos não podiam falar, e se falavam todos os ouviam (era o regime dito pidesco); no segundo caso, nas encapotadas democracias, os cidadãos já podem falar, mas se falarem procura-se que ninguém os ouça (é a situação critica actual do regime português).

Porém, como diz o Poeta, NÃO ME CALARÃO queira o actual Aparelho do PS ou não!

Porque "Tudo vale a pena quando a alma não é pequena".

Todos não somos demais para nos espaços e locais próprios disponíveis fazer ouvir e sentir o nosso profundo descontentamento com a nomenclatura que se instalou, numa alternância de lugares, em que mudam as moscas mas a m.... é a mesma. Ora estão na situação ocupando o aparelho governamental e seus departamentos. Ora saltam para a oposição e rumam aos lugares de gestores de empresas públicas.

E se nos distraímos:

"LÁ VAMOS, CANTANDO E RINDO, LEVADOS, LEVADOS SIM...."

Tenho a profunda convicção de que podemos, e devemos, continuar a dar o litro numa campanha de esclarecimento que não pode parar, apesar dos contratempos que vão surgindo. Mas que sinto cada vez mais estar a tornar-se um Movimento Incómodo de Cidadãos.



publicado por AJPM às 17:31
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De José Sócrates a 25 de Maio de 2006 às 20:14
Epá por favor pare sr. AJPM... eu já não posso mais!!!! Se você continua a dizer as verdades eu peço a demissão! Por favor...


De ODETE a 26 de Maio de 2006 às 08:47
Sem querer porque é ingénuo, inconscientemente porque é teimoso e alienado você tem sido o melhor aliado do PS em Estremoz. Ainda não entendeu que quanto mais se fala no "produto" mais visibilidade lhe dá. Faça ao PS o que Estremoz fez ao AJPM: Esqueça que existe.
Quanto á Assembleia Municipal estamos á espera que você apareça. Não foi o senhor que disse que estaria sempre presente? Parece um politico... diz que faz e afinal é só promessas.


Comentar post

CONVERSE COMIGO

Citação "Real e Actual" de um Poeta e político português

«Noite. Silêncio. Lágrimas. Fantasmas

Palavras que sangrais pela raiz

como pedras cantai. Que o meu país

quer armas armas armas.»

pesquisar
 
endereço
Correio Electrónico p/AJPM
posts recentes

Estamos em 2015

E... E... E... E... E... ...

E... E... E... E... E...

E... E... E... E...

E... E... E...

E... E...

E...

E... sempre ainda mais...

E... sempre mais...

E... ainda muito mais...

E... muito mais...

E... ainda mais...

E... mais...

E ainda mais um dos sub c...

E mais um dos sub chefes ...

Mais um dos sub chefes do...

Um dos sub chefes do chef...

O Chefe da Quadrilha

Quadrilha, Governo, etc.

Ano Novo - Vida Nova

O Governo e os Media

Arte com que dinheiro?

Portugal na Fortune

Manifestação nacional

Continuam a meter-se com ...

links
links relacionados com encontro de Blogs em Alvito
ENCONTRO DE BLOGS EM ALVITO
Praça da República em Beja
Beja Beja
Alcáçovas Alcáçovas
A nossa casinha A nossa casinha
Ouguela Com Vida Ouguela Com Vida
Atribulações de um alentejano em directo Atribulações de um alentejano em directo
Gastr'eat' Gastr'eat'
Alvitrando Alvitrando
Mar Adentro Mar Adentro
Realpolitik Realpolitik
Santamargarida Santamargarida
TVAlentejo TVAlentejo
Amoralva Amoralva
Asul Asul
Confessionário do dilbert Confessionário do dilbert
Estranhos dias e corpo do delito Estranhos dias e corpo do delito
Fantasias Fantasias
arquivos

Março 2015

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

visitas desde 2006-05-13
www.servicont.com
blogs SAPO